Israel, A resposta de Deus aos céticos.

A Paz do Senhor, amados leitores! O tema apresentado é sobre o Estado de Israel. O escritor Mark Robinson, narra o texto do estarrecido Mark Twain, dizendo que “A nação de Israel e o povo judeu são um enigma para este mundo. Sua existência desafia a lógica humana; Sua preservação contradiz todas as tendências históricas. Sua singularidade, como o povo estarreceu até mesmo o escritor americano. Mark Twain. Em 1897”.

O tema foi extraído da Revista Noticias de Israel de julho de 2002.

Twain, admira a história Israel, por ele ser tão pequeno, mas com uma história impactante, Twain, o compara como um pontinho escuro perdido em meio a via Láctea”. Sendo assim, nem era para existir.

Mas a história deles não tem fim. Israel sempre foi destaque, como diz a Bíblia, um cálice de tontear, como está escrito em Zc 12:2: “Eis que eu farei de Jerusalém um cálice de tontear para todos os povos em redor e também para Judá, durante o sítio contra Jerusalém”.

A ciência, a artes, a música, as finanças, a medicina e conhecimento, admiráveis pelo seu tamanho demográfico reduzido, diante de outros países como os egípcios, os babilônicos, os gregos e os romanos e tantos outros, que surgiram, mas que ficaram para trás.

Os Judeus sobreviveram a todos eles e são hoje o que sempre foram… . Twain, até acha os judeus imortais, ” Todas as outras forças passam, mas os judeus permanecem. Qual o segredo de sua imortalidade?”

Israel – O povo escolhido por Deus

E o profeta Isaías responde no capítulo 41.

mas tu, servo meu, tu, Jacó, a quem escolhi., descendente de Abraão, meu amigo, tu, de a quem. Chamei. Dos seus pontos mais remotos. E a quem disse: Tu és meu povo., eu te escolhi, não te rejeitei. (Is 41:8-9)

O plano escolhido de Deus para esse mundo é o povo judeu. Não é por causa das características descritas por Mark Twain . Mas é pela Soberania de Deus que Israel foi escolhido para ser “o veículo do seu plano para o mundo”.

Mark Robinson elenca o propósito de Deus em pelo menos três aspectos:

O primeiro propósito de Deus, era que alguém levasse a sua palavra ao mundo, como mostra Deuteronômio 4: 1-2: “Agora, pois, ó Israel, ouve os estatutos e os juízos que eu vos ensino, para os cumprirdes, para que vivais, e entreis, e possuais a terra que o Senhor, Deus de vossos pais, vos dá.Nada acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do Senhor, vosso Deus, que eu vos mando“. e Rm. 3: 1-2, ” Qual é, pois, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão?Muita, sob todos os aspectos. Principalmente porque aos judeus foram confiados os oráculos de Deus“.

O Antigo e o Novo Testamento foram, ambos, escrito por pessoas do povo judeu, inspirados por Deus.

Em segundo lugar, Deus queria que a nação de Israel servisse ao mundo como testemunha do único Deus verdadeiro. Em Is 43-21, afirma: “… Povo que formei para mim, para celebrar o meu louvor”.

Em terceiro lugar, o plano de Deus foi usar Israel para trazer o Messias ao mundo. Miquéias. 5: 2. ” E tu, Belém-Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade”. Assim “a Redenção para o mundo, emanaria do ventre de uma mãe judia”.

Sem considerar a intervenção divina, não haveria uma explicação razoável para a existência de Israel e a todo desenvolvimento do povo judeu, segundo Robinson.

A preservação do povo de Israel

Como escrito acima, a preservação do povo judeu, segundo a expressão de Robinson, é “assombroso”. porque as nações maiores, e mais ricas , surgiram e desapareceram, mas a nação judaica continua seguindo seu caminho. Porque é Deus quem faz tudo isso. Como está registrado em Isaías 41: 10-13-14 “Não temas, porque sou contigo; Não te assombres, porque eu sou teu Deus; Eu te fortaleço e te ajudo e te sustento com a minha destra fiel… Porque eu, o Senhor, teu Deus, ter tomo pela tua mão direita e te digo: não temas Que eu te ajudo. Não temas ó vermezinho de Jacó, povozinho de Israel ponte, eu te ajudo, diz o senhor. E o teu redentor é o Santo de Israel.

Israel é o centro dos planos e propósitos de Deus para a humanidade. Por isso as grandes ações não podem, não te poder de aniquilá-los.

O conflito do povo de Israel.

“História do povo judeu tem sido um constante conflito. Uma nação após outra tem tentado apagá-la das páginas da história mundial”… .”Na verdade, a maior parte da história de Israel tem se constituído de conflitos com os países vizinhos.  A paz nunca chegou a nação, cuja capital recebe o nome de “cidade da paz” – Jerusalém”.

Porém, todos os que desejam aniquilar a Israel, o fim prometido para todas essa nações, será a destruição. “Com tais nações, acontecerá o que elas pretendiam fazer a Israel. Deus manterá a promessa que fez por ocasião da aliança com Abraão: “… amaldiçoarei os que (aos judeus). aos que te amaldiçoarem”. Gn12:3

Robinson cita a obra de Tosltoi “O conflito e a preservação do povo judeu forem expressos muito bem pelo escritor russo Leon Tosltoi em um ensaio intitulado. “O que é um judeu?” E responde:

“Essa pergunta não é tão estranha quanto parece. Reparamos, que tipo peculiar de criatura, é um judeu que tem sido abusado e molestado, oprimido e perseguido, maltratado e massacrado, vivo, queimado e enforcado por governadores e nações – Em conflito? Conjunto ou separadamente – e, Apesar de tudo isso, ainda vive. …Ele, a quem nem a matança, nem a tortura ao longo dos anos puderam destruir; a quem nem o fogo, nem é inquisição foram capazes de varrer da face da Terra. … Tal noção não foram ser destruída. O judeu dura para sempre, viva como a própria eternidade”.

A consumação do povo de Israel.

O final do tormento de Israel, se dará “quando todas as nações do mundo vierem contra Israel na Batalha do Armagedom. Joel 15: 3 do 9 ou 17; Sofonias 38 a 9; Zacharias 1214”, comenta Mark R.

A profecia de Zacarias,12:8.

Naquele dia o Senhor protegerá os habitantes de Jerusalém; e o mais fraco dentre eles naquele dia será como Davi, e a casa de Davi será como Deus, como o anjo do Senhor diante deles.  9E acontecerá naquele dia, que procurarei destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém

10 Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e prantearão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.

Todas as nações do mundo serão derrotadas. Zacarias, 14:13-9. “13 Naquele dia também acontecerá que haverá da parte do Senhor uma grande perturbação entre eles; porque cada um pegará na mão do seu próximo, e cada um levantará a mão contra o seu próximo. E todos os que odeiam os judeus serão julgados. Mateus 25:41,46. “41 Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; 42 Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; 43 Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. 44 Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? 45 Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.46 E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.

Após essa grande Batalha, o Messias, libertará a Israel, “o tão esperado reino messiânico, será  instaurado”. As profecias de Isaías cumprida – de que  ” O lobo Habitará com o cordeiro” Isaías 11 6.

E quem nunca mais se ouvirá nela? Em Jerusalém, nem voz de choro nem de clamor. Isaías 65:19, “19 E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor. finalmente serão realizadas. Por fim, a verdadeira faz virar para o Joel e para o Mundo”.

O propósito do povo de Israel.

Para que todos Vejam e saibam, considerem e, juntamente, entendam que a mão do senhor fez isso e o Santo de Israel o criou.” Isaías 41 e 20.

De acordo com esse versículo, o povo judeu existe por, pelo menos, 4 razões:

Para que todos vejam o povo judeu e sua história. E percebam que é um povo singular neste mundo.

Quando Frederico vir, o grande imperador da da Prússia. Desafiou o crente de sua corte a lhe dar uma prova de de que a Bíblia e o seu Deus eram verdadeiros, esse crente retrucou sabiamente: “Os judeus!”

Para que todos saibam Existência do povo judeu só pode ser explicada sobrenaturalmente. Sua existência continua. Não se explica. Por meio de sorte, incidência vir. Ou qualquer outra casualidade da natureza.

Para que todos considerem Que que foi? O Deus da bíblia. Que realizou essa obra, miraculosa e procure um relacionamento com o soberano senhor do universo. Se o Deus de Israel é suficientemente poderoso para realizar tudo isso e julgar, não somente indivíduos, mas também nações que se opõe à sua vontade, então Ele merece nossa atenção e adoração.

Para que todos juntamente entendam que o Deus de Israel  é o verdadeiro Deus desse universo. Ele é Aquele a quem devemos ouvir e obedecer.

Mark R. finaliza, que A história de Israel é relevante para todos os povos do mundo, tanto tanto judeus como gentios! Isaías 41: 21,23. ” 21 Apresentai a vossa demanda, diz o Senhor; trazei as vossas firmes razões, diz o Rei de Jacó.22 Tragam e anunciem-nos as coisas que hão de acontecer; anunciai-nos as coisas passadas, para que atentemos para elas, e saibamos o fim delas; ou fazei-nos ouvir as coisas futuras.23 Anunciai-nos as coisas que ainda hão de vir, para que saibamos que sois deuses; ou fazei bem, ou fazei mal, para que nos assombremos, e juntamente o vejamos“.

Conclusão

Notadamente, Israel é o centro de todos os objetivos de Deus, para trazer a Salvação, a todos que desejarem. Como está registrado em 2ª Pedro 3:9. ” O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.

Então? Compartilhe aqui suas experiências, vamos juntos levar esperança aos que estão à margem da desilusão. Jesus é a nossa Salvação!

Fontes

https://www.bibliaonline.com.br/acf/

Revista Notícias de Israel, Julho 2002, Israel, a Resposta de Deus aos Céticos, Ano 24, nº 7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima