Antropologia: Doutrina a Respeito do Homem

Parte 1: A Origem do Ser Humano

A Paz do Senhor, queridos leitores abençoados. É uma alegria compartilhar com vocês um estudo bíblico sobre Antropologia, que significa Doutrina a Respeito do Homem. Neste texto, vamos discorrer sobre A Origem do Ser Humano, e aprender que as Sagradas Escrituras nos ensinam que Deus é o Criador, e que Ele trouxe tudo a existência, pela força do Seu Poder!

Há muito séculos, há uma curiosidade, com algumas vertentes de respostas, sobre a origem humana.

Charles Darwin, por exemplo, “defende que o homem seria apenas mais um animal, evoluído de animais primitivos”, estando agora no estágio final de sua evolução, resultado do processo de sua origem, vinda dos macacos. Já Erick Von Daniken, no seu livro chamado “Eram os Deuses Astronautas?”, defende que o ser humano foi fabricado por seres extrasterrestres que resultou de um processo de engenharia genética,combinando o DNA do macaco, com o DNA do alienígena, formando assim, um ser híbrido, e o “ser humano evoluiu com a mistura da raça animal mais evoluída com a própria raça alienígena”. comenta o escritor Gabriel de Oliveira Porto1.

Gabriel destaca Jó e Davi, que apesar de terem falado de Deus, também fizeram esta pergunta, sobre a origem do ser homem. “O que é o homem para que lhes dê importância e atenção?”. (Jó 7. 17)

“Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que ali firmaste, pergunto: quem é o homem para que com ele se importes? E o filho do homem, para que com ele se preocupe”?(Sl. 8:3-5).

A resposta das perguntas em comento, está revelado nas Escrituras Sagradas, que o ser humano foi criado por Deus, à Sua imagem e semelhança, e essa, foi Sua obra mais importante, a “coroa” da criação. Porém, o homem começou a se afastar do Criador, negando a existência de Deus, e não Lhes dava a Glória devida. E como está escrito na Carta aos Romanos 1: 19-28:

19 Sabem a verdade a respeito de Deus, pois Ele a tornou evidente.

20 Por meio de tudo que Ele fez desde a criação do mundo, podem perceber claramente seus atributos invisíveis: seu poder eterno e sua natureza divina. Portanto, não têm desculpa alguma.

21 Sim, eles conheciam algo sobre Deus, mas não o adoraram nem lhe agradeceram. Em vez disso, começaram a inventar ideias tolas e, com isso, sua mente ficou obscurecida e confusa.

22 Dizendo-se sábios, tornaram-se tolos. 23 Trocaram a grandeza do Deus imortal por imagens de seres humanos mortais, bem como de aves, animais e répteis.

24 Por isso, Deus os entregou aos desejos pecaminosos de seu coração. Como resultado, praticaram entre si coisas desprezíveis e degradantes com o próprio corpo.

25 Trocaram a verdade sobre Deus pela mentira. Desse modo, adoraram e serviram coisas que Deus criou, em lugar do Criador, que é digno de louvor eterno! Amém.

26 Por isso, Deus os entregou a desejos vergonhosos. Até as mulheres trocaram sua forma natural de ter relações sexuais por práticas não naturais.

27 E os homens, em vez de ter relações sexuais normais com mulheres, arderam de desejo uns pelos outros. Homens praticaram atos indecentes com outros homens e, em decorrência desse pecado, sofreram em si mesmos o castigo que mereciam.

28 Uma vez que consideraram que conhecer a Deus era algo inútil, o próprio Deus os entregou a um inútil modo de pensar, deixando que fizessem coisas que jamais deveriam ser feitas.

Negar que Deus criou o homem, traz como consequência a ausência total de um relacionamento com o Criador e a leitura de como o ser humano enxerga a si próprio e a condução e condição da vida.

Como o homem se afastou de Deus, começaram a surgir os questionamentos sobre sua origem, então várias religiões tentaram responder por meios de lendas e mitos, até surgir a Ciência, se sentindo a única capaz de responder tais perguntas, esclarece o escritor.

Gabriel, comenta duas Teorias que tentam explicar a origem do ser humano. A Teoria Darwinista e a Teoria Vondanikenista.

A Teoria da Evolução de Darwin

Charles Darwin, naturalista Britânico, viveu no século XIX, lançou seu livro, em 1859, intitulado ” Teoria da Evolução das Espécies por meio da Seleção Natural dos mais aptos”.

Para Darwin, todos os seres vivos, resultam de processos evolutivos de seres mais simples para os mais complexos, e com o ser humano não aconteceu diferente. Segundo essa teoria, o homem é o último estágio desse processo de evolução, já que ela defende que o homem descende da origem do macaco.

Segundo a teoria darwinista, o homem, é só mais um animal, em nada diferente ao outros, e nega a existência de Deus, porque todos os seres vivos, inclusive o homem, porque tudo surgiu espontâneamente, através do processo evolutivo de seleção do mais apto. Apesar de não crer na existência de Deus, assim mesmo Darwin quer que o homem tenha a bondade do Deus que ele afirma não existir, conclui Gabriel Porto.

A Teoria da Evolução de Vondanikenista

A Teoria de Erick Von Daniken, no seu livro chamado “Eram os Deuses Astronautas?”, defende que o ser humano foi fabricado por seres extrasterrestres que resultou de um processo de engenharia genética,combinando o DNA do macaco, com o DNA do alienígena, formando assim, um ser híbrido, e o “ser humano evoluiu com a mistura da raça animal mais evoluída que a própria raça alienígena”.

O aliados desta teoria, defendem que esses alienígena, são oriundos das pirâmides do Egito, da mesma forma dos mitos romanos, gregos, e entre outros. Os seguidores da teoria em comento, chegaram a criar uma religião, chamada cientologia, e tem adeptos famosos, como Tom Cruise, por exemplo.

A Refutação Lógica Dessas Teorias

Porém, Gabriel, cita o teólogo e filósofo Tomás de Aquino que refutou veementemente estas teorias.

Aquino, observando a natureza, concluiu que somente o ser vivo existente, pode gerar outra vida, como as plantas que vieram a existir através de outras plantas, os animais também, vieram da reprodução de outros animais. E essa é a lei do universo: “somente vida pode gerar vida”.

Porto, cita também o Apóstolo Paulo, em I Cor. 15:38-39, que:

38 Então Deus lhe dá o novo corpo como Ele quer. Um tipo diferente de planta cresce de cada tipo de semente.

39 Da mesma forma, há tipos diferentes de carne: um tipo para os seres humanos, outro para os animais, outro para as aves e outro para os peixes.

Até os corpos celeste tem cada um a sua forma, como segue em I Cor. 15: 40-41 “Também há corpos celestes e corpos terrestres. A glória dos corpos celestes é diferente da glória dos corpos terrestres. O sol tem um tipo de glória, enquanto a lua e as estrelas têm outro. E até mesmo as estrelas diferem em glória umas das outras”.

E a Bíblia Sagrada, ensina que o Senhor Deus criou o homem, e também, que Ele trouxe tudo a existência, como está no Livro de Gênesis, capítulo 1: 1-31 e o capítulo 2:1-3

Claudionor de Andrade2, descreve que o homem não é um mero detalhe, do Universo e nem surgiu por acaso. Ele “é o resultado de uma decisão amorosa, soberana e livre da Santíssima Trindade. Criado por Deus, a partir do pó da terra, Adão tornou-se alma vivente.”

O comentarista Andrade, destaca que o homem foi criado direto e pessoalmente por Deus, para que refletisse a glória divina. O homem foi criado por Deus, para adorá-lo, propagar a espécie, e administrar o planeta!

Em outra aula dominical, da mesma revista, na Verdade Prática, Andrade descreve,”Criados a imagem de Deus, o homem é um ser espiritual, racional, livre e sua ação primordial é glorificar o Criador e Mantenedor de todas as coisas”.

Conclusão

Somos obra prima do Criador, feitos imagem e semelhança dEle! Glória Deus! Ele nos criou para sua Glória! Não somos obra do acaso! Mas quando este corpo se desfizer, teremos uma casa eterna nos céus, que o Senhor Jesus prometeu. Como está escrito em João 14.

“¹ Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
² Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.
³ E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também
“. (João 14:1-3)

Comente, pergunte. Vamos juntos aprender mais sobre a Palavra de Deus, e continuarmos a encorajar uns aos outros a permanecerem focados naquele que é o Autor e Consumador da nossa fé, nosso Senhor Jesus Cristo.

Se você ainda está em dúvida, quanto a que caminho seguir, decida por Jesus!

Ele é o Autor e consumador da Fé!

Creia Nele! Ele é o caminho que conduz ao Céu! Não há outro caminho, Ele é o Caminho!

Referências:

  1. Gabriel de Oliveira Porto Homem, Pecado e Salvação, Coleção Teologia Fácil,
    Vol 2, GOP PUBLICAÇÕES, São Paulo, 2017 ↩︎
  2. Claudionor de Andrade2 – Consultoria Doutrinária e Teológica da CPAD ,Lições Bíblicas da Escola Bíblica Dominical, A Raça Humana, 1º trimestre de 2020 ↩︎

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima